13/07/2016

[Resenha] O Beijo da Morte - C. R. Olim



Autor: C. R. Olim
Editora: Chiado Editora
Data de publicação: Fevereiro de 2016
Número de páginas: 576
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção

Sinopse
Quem matou Maria Santos?
A inesperada e horrenda morte da jovem estudante de enfermagem deixa em choque todos aqueles que a conheciam. Quem matou Maria, e acima de tudo porquê, são duas questões que atormentam a sua mãe e amigos. Entre o presente e o passado, O Beijo da Morte segue a investigação dos cinco inspetores responsáveis pelo caso, dando-nos a conhecer esta jovem exemplar e todos aqueles que desempenharam um papel na sua vida, quer para o bem, quer para o mal.

Resenha
Maria Santos é a personagem principal desta história, uma jovem estudante de enfermagem que é assassinada na própria casa. Ninguém esperava que algo do género fosse acontecer com Maria, pois ela era um exemplo como filha; irmã; amiga; estudante e empregada.
A sua morte prematura abala várias pessoas e leva a uma investigação que faz tremer os pilares de muitos personagens do livro. Ao longo da leitura vamos tendo a perspectiva dos acontecimentos através do olhar de cada personagem citado. Conhecemos o sofrimento, as alegrias, os medos e os segredos dos mesmos.

É um livro interessante e a história decorre em território nacional. Apreciei o facto de serem abordados temas bastante pertinentes como o abuso do álcool; famílias disfuncionais; pobreza; uso de drogas; autismo; depressão; ansiedade; entre outros. São temas reais, que fazem parte do dia a dia de milhares de pessoas e em "O Beijo da Morte" estes problemas são tratados sem floreados, retratando as coisas como realmente elas são.

Normalmente eu tenho tendência a ler sobre fantasia ou livros de época, evitando leituras que me mantenham no mundo actual e na realidade sombria que vivemos. No entanto, a capa chamou-me à atenção e depois de ler a sinopse, decidi embarcar nesta viagem ao mundo real e não me arrependo.

É uma história que facilmente o leitor se consegue relacionar, pois existem diversos pontos de vista, vivências, angustias e problemas. O/a assassino/a não é de todo óbvio/a, o leitor vai ter que desvendar e ligar cada detalhe para o/a descobrir.

Recomendo a leitura e caso já tenhas lido, deixa a tua opinião nos comentários.

Sem comentários:

Enviar um comentário

DevRochester. Com tecnologia do Blogger.