16/07/2016

[Parceria] Ego Editora



Olá leitores!
Como uma boa novidade nunca vem só, trago-vos desta vez a noticia da nova parceria com a Ego Editora (site). É uma editora nova em Portugal, no entanto promete trazer aos leitores obras nacionais!



A LITERATURA TEM UMA NOVA PERSONALIDADE - A SUA
Nasceu a Ego, uma nova editora portuguesa.
O objectivo é claro: levar ao público a qualidade e a excelência da literatura nacional.
Acreditamos na competência e habilidade dos escritores portugueses. Não fazemos distinção entre escritores estreantes e experientes, nem nos focamos mais num estilo literário ou noutro. O nosso único critério editorial é a qualidade e essa, temos a certeza, existe, apenas precisa de uma oportunidade para se mostrar.
Contamos com uma equipa de experientes profissionais, cujo objectivo é potenciar ao máximo os manuscritos que nos forem confiados.

15/07/2016

[Parceria] Saída de Emergência


Olá leitores!!
Venho anunciar uma nova parceria do meu blog Carpe Noctem com a editora Saída de Emergência (site).



Conheçam um pouco mais a respeito desta editora e de todos os projectos associados à mesma:

Quem Somos
Somos a Saída de Emergência, uma editora independente e 100% nacional, nascida em 2003. Conquistámos um lugar no mercado com capas fortes e apelativas, pelo marketing original e bem direcionado, e pela capacidade de antecipar tendências e crescer num mercado cada vez mais competitivo. Desde sempre que foi uma prioridade para nós cultivar uma relação de proximidade com os leitores. Para isso, criámos uma rede canais que se tornou gradualmente numa comunidade com vida própria e com objetivo de partilhar, responder e conviver com todos os nossos leitores.
Publicando praticamente em todos os géneros, incluindo a não ficção, destacamo-nos pela Colecção Bang!, onde publicamos a melhor literatura fantástica portuguesa e estrangeira. Em 2006 criámos a chancela Chá das Cinco direcionada ao público feminino.
Apesar do mercado editorial português estar cada vez mais entregue a grandes grupos, onde a necessidade de faturação rápida esmaga qualquer critério editorial, a Saída de Emergência pretende continuar a crescer sem nunca esquecer que o amor aos livros é o nosso maior trunfo. Publicar com a cabeça nas nuvens e os pés bem assentes na terra, esse é o nosso objetivo. Com a sua ajuda sabemos que é possível.

13/07/2016

[Resenha] O Beijo da Morte - C. R. Olim



Autor: C. R. Olim
Editora: Chiado Editora
Data de publicação: Fevereiro de 2016
Número de páginas: 576
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção

Sinopse
Quem matou Maria Santos?
A inesperada e horrenda morte da jovem estudante de enfermagem deixa em choque todos aqueles que a conheciam. Quem matou Maria, e acima de tudo porquê, são duas questões que atormentam a sua mãe e amigos. Entre o presente e o passado, O Beijo da Morte segue a investigação dos cinco inspetores responsáveis pelo caso, dando-nos a conhecer esta jovem exemplar e todos aqueles que desempenharam um papel na sua vida, quer para o bem, quer para o mal.

Resenha
Maria Santos é a personagem principal desta história, uma jovem estudante de enfermagem que é assassinada na própria casa. Ninguém esperava que algo do género fosse acontecer com Maria, pois ela era um exemplo como filha; irmã; amiga; estudante e empregada.
A sua morte prematura abala várias pessoas e leva a uma investigação que faz tremer os pilares de muitos personagens do livro. Ao longo da leitura vamos tendo a perspectiva dos acontecimentos através do olhar de cada personagem citado. Conhecemos o sofrimento, as alegrias, os medos e os segredos dos mesmos.

É um livro interessante e a história decorre em território nacional. Apreciei o facto de serem abordados temas bastante pertinentes como o abuso do álcool; famílias disfuncionais; pobreza; uso de drogas; autismo; depressão; ansiedade; entre outros. São temas reais, que fazem parte do dia a dia de milhares de pessoas e em "O Beijo da Morte" estes problemas são tratados sem floreados, retratando as coisas como realmente elas são.

Normalmente eu tenho tendência a ler sobre fantasia ou livros de época, evitando leituras que me mantenham no mundo actual e na realidade sombria que vivemos. No entanto, a capa chamou-me à atenção e depois de ler a sinopse, decidi embarcar nesta viagem ao mundo real e não me arrependo.

É uma história que facilmente o leitor se consegue relacionar, pois existem diversos pontos de vista, vivências, angustias e problemas. O/a assassino/a não é de todo óbvio/a, o leitor vai ter que desvendar e ligar cada detalhe para o/a descobrir.

Recomendo a leitura e caso já tenhas lido, deixa a tua opinião nos comentários.
DevRochester. Com tecnologia do Blogger.